O que é remarketing?

O

É bem provável que você já ouviu falar do remarketing, estratégia de marketing digital que permite que mensagens variadas, como anúncios do Google Ads, sejam visualizadas por pessoas que já tiveram contato com o conteúdo que você disponibiliza em seu site.

Esse redirecionamento tem um grande potencial para tornar sua marca mais evidente, aumentando as chances de bons negócios.

Continue na leitura para descobrir o que é remarketing e saber o que ele pode fazer por sua estratégia digital.

O que é remarketing, afinal?

Dar uma segunda chance não vale apenas na vida pessoal, também é essencial para o relacionamento entre a sua empresa e os seus clientes.

Por isso, você precisa saber o que é remarketing e porque ele tem potencial para ampliar suas conversões, aumentando os resultados de suas campanhas de marketing digital.

Também conhecido por redirecionamento, o remarketing é uma estratégia cuja ideia básica é criar campanhas publicitárias personalizadas que alcancem usuários que já tiveram contato com sua marca ou produtos, através do acesso a seus conteúdos.

Para exemplificar, você já deve ter passado pela seguinte situação: após pesquisar determinado produto pela internet, mesmo saindo do site, o anúncio do produto pesquisado continua a aparecer para você, enquanto navega por outros sites. Então, isso é o remarketing!

Fazer marketing novamente para a mesma pessoa é uma forma de levar a sua persona a avançar no funil de vendas, tendo maiores chances de conversão.

Conhecer Cases de Sucesso

Benefícios do remarketing para sua estratégia digital

Agora que você já sabe o que é remarketing, é preciso entender que essa estratégia é importante por aumentar as conversões.

Isso acontece porque, de modo geral, o consumidor não fecha o pedido de compras já na primeira pesquisa – na verdade, quanto mais complexa for a venda, menor a chance dessa conversão ser imediata!

Enviando ao consumidor mensagens personalizadas, é possível ampliar essa taxa. Vamos entender o porquê, listando os principais benefícios dessa estratégia.

Benefício 1: Aprimora recall da marca

O remarketing lembra aos seus consumidores como os seus produtos e serviços estão à disposição e podem ser a solução que eles precisam.

Benefício 2: Amplia as taxas de conversão

Sabendo o que é remarketing e o seu modo de funcionamento, é possível fazer com que visitantes envolvidos em um processo de conversão sejam conduzidos, novamente, ao caminho de vendas.

Isso porque, versátil, o remarketing pode, por exemplo:

  • Enviar um aviso de promoção que está em vigor e que possa interessar o usuário;
  • Encaminhar um e-mail de incentivo para finalizar um pedido de compra abandonado no meio do caminho.

Feito de modo correto, essa estratégia pode ajudar a melhorar as taxas de conversão.

Benefício 3: Aumenta o interesse do consumidor em produtos e serviços

Além de saber o que é remarketing, é importante entender que ele oferece a possibilidade de ser usado com base em ações anteriores. Quando um visitante chega a uma determinada página de um site, por exemplo, um anúncio do produto ou serviço poderá ser exibido a esse cliente em potencial quando estiver navegando pela web.

Apelando aos interesses de um visitante, você aumenta as chances dele concluir as vendas.

Benefício 4: Colabora na segmentação do público-alvo

A técnica de redirecionamento pode ser adotada para sua empresa se comunicar com um público específico – como um anúncio de remarketing programado apenas para visitantes que realizarem determinadas ações em seu site – baixar um infográfico, por exemplo.

Benefício 5: Ajuda a reduzir perda de leads

Ao envolver novamente sua persona, trazendo-a de volta para seu site e colocando-as em contato com suas ofertas de produtos e serviços, o remarketing ativa seus leads, potencializando a capacidade de conversão

Como funciona o remarketing?

Agora que você tem mais detalhes sobre o que é remarketing e conhece seus benefícios, vamos mostrar qual sua forma de funcionamento.

Imagine que você usou o Google para pesquisar smartphone e acaba clicando em um anúncio pago que aparece no topo da página de resultados.  Ao entrar nesse site do anúncio, um cookie fica armazenado em seu computador, permitindo ao Google identificar suas preferências e mostrar para você anúncios dessa mesma empresa em outros sites que você visitar – e que disponibilizam seu espaço para anúncios.

Esse processo ocorre durante um período combinado com a plataforma, mediante as configurações da campanha e começa com a criação de listas que permitam segmentar seus leads.

Veja algumas ideias de listas:

  • Leads em cada etapa do processo de compras;
  • Usuários que adotaram uma ação específica – como baixar um eBook ou visitar a página de um produto;
  • Pessoas que adicionaram um item no carrinho, mas não efetuaram a compra;
  • Clientes que efetuaram compras acima de determinado valor;
  • Usuários que se inscreveram para receber newsletter ou que responderam um Quiz;
  • Todos os visitantes do site no último mês.

Com as listas definidas, chegou a hora de planejar o seu remarketing, criando as mensagens que deverão ser enviadas para cada grupo identificado.

Podem ser e-mails com promoções ou estímulos para concluir uma compra deixada em um carrinho abandonado de seu site ou anúncios no Google Ads e em redes sociais – saiba mais sobre eles a seguir.

Quais os tipos de remarketing que existem?

Sabendo o que é remarketing e se potencial, chegou o momento de conhecer os tipos que existem – aqui vamos enfocar as principais: Google, Facebook e Instagram.

Instagram

Uma das redes mais acessadas e mais queridas, é um ótimo lugar para seus anúncios de remarketing. Seu funcionamento é através de posts patrocinados, expostos como um conteúdo normal – podendo ser carrossel de imagem, fotos ou vídeos.

A diferença entre um link patrocinado e um post comum é que ele é clicável, levando para seu site, e é marcado como “patrocinado”. Ao aparecer na timeline de seu potencial cliente, ele pode interagir: com clique que leva para sua loja/site, seguindo, comentando ou dando um “like”. Independentemente da forma de interação, sua marca fica mais próxima de seu lead, o que é muito bom!

Você pode utilizar filtros como: faixa etária, localização, interesses de consumo ou usar listas especialmente preparadas para o remarketing no Instagram.

Facebook

Ocupando o posto de maior rede social do planeta, reunindo bilhões de pessoas, o remarketing no Facebook é uma excelente opção para divulgar seus negócios.

As possibilidades de segmentação são praticamente as mesmas disponibilizadas pelo Instagram, assim como os tipos de conteúdo (imagens, vídeos), com a opção de complementar a mensagem de seu anúncio com textos não muito longos.

Uma dica importante é direcionar bem o seu anúncio e, além de listas de leads que já conhecem sua marca, o Facebook oferece uma ferramenta chamada “lookalike”, que traça um mapa com pessoas que tenham características similares as da sua base, incluindo-as para receber o anúncio.

Google

Identificando o que é remarketing, você já deve ter percebido que o Google não pode ficar de fora dessa estratégia.

Existem duas maneiras de usá-lo para essa finalidade:

  • Remarketing na Rede de Display – grupo de sites parceiros que disponibilizam seus sites para anúncios. Ele permite usar banners com imagens e tamanhos variados;
  • Remarketing na Rede de Pesquisa – espaço na página de resultados para inclusão de anúncio padrão, tendo como ponto forte o fato de aparecer para o usuário momento em que ele está pesquisando o assunto constante em seu anúncio, aumentado as chances de conversão.

Quando devo usar o remarketing?

Apesar de oferecer muitas vantagens, o remarketing deve ser usado apenas quando a empresa possuir uma estrutura adequada de vendas online ou e-commerce.

Assim será possível acompanhar o visitante na jornada de compra, estando por perto quando ele tomar a decisão – caso contrário, os benefícios dessa estratégia digital poderão ser perdidos por falta de ação de seu time!

Qual é a eficácia do remarketing?

Já ouviu falar que quem não é visto não é lembrado? Pois essa máxima popular pode ser aplicada à sua marca – tanto que empresas que aumentam sua autoridade online conquistam maior credibilidade e espaço no mercado.

Nesse contexto, a frequência é essencial para o público alvo lembrar de seus produtos e serviços durante a jornada de compra.

E o remarketing cumpre exatamente esse papel, permitindo estratégias que envolvem aparecer para seu público e, também, oferecer descontos que criem ou encurtem o percurso até a compra.

Devo fazer remarketing sem ter experiência em campanhas?

Muitas pessoas que buscam informações sobre o que é remarketing podem ter a falsa impressão de que basta escolher as palavras-chave adequadas para obter bons resultados com essa estratégia digital.

Mas, infelizmente, é preciso experiência em campanhas desse tipo, haja vista que mais do que atrair leads a estratégia exige conhecimento para convencer o visitante a voltar ao site e fechar a compra

Por isso, para obter sucesso na estratégia de remarketing, é necessário contar com o apoio de profissionais especializados nesse tipo de serviço. Eles vão avaliar as necessidades de sua empresa e traçar um planejamento personalizado para seu negócio.

Dessa forma, o investimento será muito mais seguro e os resultados positivos, trazendo até sua empresa os leads certos e prontos para se transformarem em clientes.

A Carratu Digital é especialista em remarketing, possuindo bons cases de sucesso com essa estratégia. Fale com nossos especialistas e saiba como usar o remarketing para aumentar suas vendas.

 

Sobre o Autor

Avatar
Martha Rios Guimarães

Deixe seu comentário

Ubirajara Carratu

Ubirajara Carratu

Fundador da Carratu Digital, especialista em Inbound Marketing, com um pé em SEO e outro em Google...

Nossas Redes Sociais

Escolha a rede social que você mais frequenta e se mantenha atualizado com os avisos de novas postagens da Carratu Digital

Marque um bate-papo com o Bira

shares