O QUE É GOOGLE ANALYTICS, E PORQUE VOCÊ DEVE USÁ-LO?

O

A última atualização deste post foi em por

Você já se perguntou ou foi perguntado sobre o que é Google Analytics? É bem provável que você já tenha escutado falar sobre este serviço que permite rastrear uma grande variedade de informações sobre o seu site e, o que é melhor, sem que sua empresa precise desembolsar qualquer valor para obtê-las.

E é essencial contar com dados que permitam análises para melhorar suas estratégias digitais e tomar decisões mais assertivas – sem informações, as ações são pautadas no feeling, sem garantia alguma de estar seguindo na direção certa.

Se você ainda tem dúvidas sobre essa ferramenta e os benefícios que ela pode oferecer aos seus negócios, acompanhe este artigo. Ele vai desmistificar o Google Analitycs e te mostrar como utilizá-lo a favor de seus resultados.

Afinal, o que é o Google Analytics?

De modo simplificado, o Google Analytics é uma ferramenta de rastreamento gratuita, oferecida pelo Google, e que mostra de que modo os visitantes navegam pelo seu site. Além de rastrear sites e blogs, ele também pode rastrear redes sociais, disponibilizando relatórios pré-determinados e/ou personalizado, conforme suas necessidades.

Trata-se da ferramenta mais poderosa em sua categoria, gerando dados e métricas que nenhuma outra consegue oferecer. Outro fator que faz o Google Analytics ser tão fundamental em uma estratégia digital é o fato de ser completo, podendo ser combinado com o AdWords, com o YouTube e com as demais ferramentas do Google que contabilizam o tráfego de visitantes.

d

Entre as informações geradas pelo Google Analytics, estão:

  •  Número de visitas, identificadas pelo número do IP, se uma mesma pessoa entrar no site mais de uma vez por dia, só será computada uma visita;
  • Tempo de permanência;
  • Fontes de tráfego;
  • Páginas exibidas ou pageviews;
  • Páginas mais acessadas;
  • Palavras-chave utilizadas;
  • Detalhes técnicos dos dispositivos dos visitantes – tipo de dispositivo, navegadores utilizados, etc.

Como o Google Analytics funciona?

A ferramenta gratuita do Google Analytics combina o uso de cookies, navegadores e o código Javascript, linguagem de programação que permite tornar os sites interativos, para transmitir informações aos servidores do Google sobre o visitante do site.

No momento em que a pessoa entra em um site que implementou o Google Analytics, os dados dessa navegação são enviados aos servidores do Google. São informações como dados técnicos da máquina, como chegou ao site, a forma como navega pelas páginas, etc. – é importante ressaltar que as informações são enviadas anonimamente, isto é, sem identificar o visitante.

Para que o Google Analytics forneça dados relevantes para sua estratégia digital, contudo, é preciso definir as metas desejadas. São muitas as possibilidades, entre elas: tempo de permanência no site, páginas visitadas, número de visitas por dia, localidade do visitante, número de páginas acessadas na mesma visita, etc.

A operação do GA se dá em três etapas: coleta de dados, processamento de dados, geração de relatórios, conforme detalhamos a seguir.

A- Coleta de dados

  1. O Google Analytics utiliza um código JavaScript para coletar informações de sites. Assim, cada vez que um usuário entra em uma página com esse código, é registrada a visita. Ao ser solicitada, o servidor libera a página ao navegador e o Google Analytics acompanha a navegação;
  2. Na sequência, o navegador do usuário que visita a página, solicita esse código do Analytics e a atividade vai sendo registrada;
  3. Após coleta dos dados do navegador, o código cria cookies no computador no visitante;
  4. Esses dados são enviados para os servidores do GA, solicitando um arquivo GIF invisível;
  5. Finalmente, os dados são salvos em outro arquivo, chamado de Logs de arquivo, criando uma seção de dados para cada página visualizada. São informações como data, hora, mecanismo de pesquisa, número de visitas e outros parâmetros que podem ser processados e incluídos em relatórios.

B- Processamento de dados

Nesta etapa, o Google Analytics transformará os dados brutos em informações úteis, separando-os em campos como IP do visitante ou taxa de rejeição.

A taxa de rejeição no Google Analytics corresponde ao índice que indica a qualidade das visitas do seu site – de nada adianta ter mil visitas diárias, se a taxa de rejeição for alta!

O índice de taxa de rejeição é determinado por dois fatores: a quantidade de páginas que o visitante passou quando entrou no site e o tempo médio que ficou em cada uma delas. Diminuir a taxa de rejeição é tão importante que é um dos principais focos das campanhas de otimização de sites.

C- Configurações

O Google Analytics aplica suas configurações, como filtros, aos dados brutos e, após processados são armazenados em um banco de dados. O usuário pode definir como deseja que esses dados sejam exibidos no perfil do Google Analytics no momento em que criou sua conta.

D- Relatórios

Ao final de todo o processo, são gerados os relatórios que podem ser consultados no próprio serviço do Google Analytics e utilizados para as ações de marketing ou verificação do retorno sobre seu investimento, entre outras possibilidades.

Métricas mais importantes do Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta que oferece muitas informações. Mas três métricas se destacam e é preciso saber como explorar ao máximo o seu potencial para beneficiar o seu negócio.

1. Tempo médio na página

Calcula o tempo médio que os usuários permanecem em seu site – não é uma informação de cada usuário. Com essa informação será possível identificar o nível de interesse despertado no leitor e a velocidade média de leitura da página, por exemplo.

Se o tempo de permanência não for muito grande, provavelmente, você pensará em criar conteúdos mais objetivos, indo direto ao ponto. Mas vale lembrar que o tempo de permanência maior também tem relação com sucesso do site, portanto, ao invés de diminuir o tamanho do conteúdo, talvez seja mais importante rever a qualidade do que está sendo oferecido.

2. Referências

Aqui você descobre de onde vem os usuários que chegam ao seu site. Quantos chegaram através da busca orgânica (e quais palavras-chave foram usadas), quantos acessaram diretamente o endereço de seu site, aqueles que vieram através de um anúncio nas redes sociais ou por indicação de outros sites.

Aliás, saber quais sites referenciam sua empresa e colocam link para o seu endereço eletrônico é importante para trabalhar parcerias.

3. Interesse

Entender o que interessa seu público é essencial para a criação de conteúdos relevantes que atraiam pessoas que possam estar interessadas em sua oferta. E o Google Analytics ajuda muito nesse processo ao informar quais as palavras-chave que levaram o lead até você.

Utilize-as para criar conteúdos variados e que mostrem a solução para as dores da sua persona – saiba mais sobre o funil de vendas e sua importância para transformar leads em compradores, bem como ajudar na fidelização de seus clientes.

O Google Analytics também permite conhecer a Visão Geral do Conteúdo, indicando quais são as páginas mais visitadas no seu site. Normalmente a página mais forte de um site é a sua página inicial, no entanto em alguns casos, páginas de conteúdos mais pontuais podem ser melhor classificadas no Google – somente com dados é possível ter essa informação.

Definindo objetivos com o Google Analytics

Cada empresa ou campanha possui objetivos diferentes e eles precisam ser considerados no momento de usar o Google Analytics.

Para criar objetivos com o GA:

  • Acesse o Painel de Administrador e clique na opção “Metas”;
  • Defina os objetivos desejados – no máximo 20 na versão gratuita;
  • Na Descrição, você precisará definir o nome e o tipo, que podem ser:
    1. Destino – permite monitorar todo usuário que chegou em uma página específica (como um formulário, por exemplo);
    2. Duração – especifica o tempo que deseja monitorar (o prazo de uma promoção é uma possibilidade neste campo);
    3. Páginas por sessão – é possível definir quantas pessoas visualizaram determinados números de páginas em cada visualização. Suponhamos que você queira saber o número de visitantes que entraram em pelo menos 5 páginas de seu site, com essa opção, você consegue;
    4. Evento – pode detectar quantas pessoas assistiram a determinado vídeo em seu website ou quantos clicaram no banner de seu webinar, para ficar em dois exemplos.
  • Em Detalhes da Meta, dê preferência à opção “começa com” e, no retângulo ao lado, digite o termo específico que deseja medir. Por exemplo, se a ideia é conferir a conversão da página “www.comprasonline.com.br/compraefetivada”, digite apenas “/compraefetivada”.

Porque o Google Analytics é tão importante em sua estratégia digital

O Google Analytics é essencial para o sucesso de qualquer estratégia digital, inclusive a sua.

Ao acompanhar as fontes de tráfego, permite avaliar quais investimentos geram mais retorno, que tipo de conteúdo é mais interessante ao seu público-alvo, onde é preciso e possível melhorar seu planejamento de marketing.

Outro ponto importante é a agilidade no fornecimento dos dados, essenciais para uma análise aprofundada que permitam decisões mais assertivas e o uso inteligente do orçamento – sempre apertado.

Como se não bastasse, graças aos seus relatórios, o Google Analytics é um elemento perfeito para apresentação de resultados em reuniões, mostrando a eficácia da estratégia digital.

Para o gestor de marketing, a ferramenta também é muito importante, favorecendo a prestação de contas com riqueza de detalhes. Dados com períodos avaliados, gráficos de resultados, análise de campanhas, sugestões de melhorias e insights tornarão a reunião mais produtiva e despertarão maior interesse dos participantes pelo que está sendo apresentado, valorizando o trabalho de marketing digital.

A importância do Google Analytics para o sucesso de seus negócios é inegável. E, a boa notícia é que, além de intuitiva e gratuita, a ferramenta é perfeita para você traçar objetivos claros e mensuráveis e, claro, para coletar e analisar corretamente as informações que levarão sua empresa ao sucesso.

Quer saber mais detalhes sobre sua aplicação? Acesse nosso vídeo que mostra como instalar o Google Analytics no seu WordPress.

 

Sobre o Autor

Ubirajara Carratu
Ubirajara Carratu

Fundador da Carratu Digital, especialista em Inbound Marketing, com um pé em SEO e outro em Google Ads. Tudo o que for desafiador, se torna mais apaixonante.

Deixe seu comentário

Ubirajara Carratu

Ubirajara Carratu

Fundador da Carratu Digital, especialista em Inbound Marketing, com um pé em SEO e outro em Google...

Nossas Redes Sociais

Escolha a rede social que você mais frequenta e se mantenha atualizado com os avisos de novas postagens da Carratu Digital

Marque um bate-papo com o Bira

shares