SAIBA COMO POTENCIALIZAR O SEU RANQUEAMENTO ORGÂNICO

ranqueamento

Provavelmente, umas das maiores vontades de um(a) produtor(a) de conteúdo é ter um texto de sua autoria ranqueado na primeira página do Google. Consequentemente, para uma empresa, ter conteúdos de seus produtores em alto ranqueamento significa autoridade. Além disso, é uma garantia de que sua marca será reconhecida pelo público, não concorda?

Mas… você sabe como potencializar o seu ranqueamento, de forma orgânica, através de um conteúdo de boa qualidade? Nós da Carratu te ajudamos, vem com a gente!

Antes de tudo, você sabe como funciona o ranqueamento em motores de busca?

Ranqueamento é a posição que um site ocupa na página de resultados de uma ferramenta de busca. Nesse texto em questão estamos falando do Google, como você já deve saber. E não é fácil conseguir seu lugar em uma primeira página desse buscador.

Há uma série de critérios que fazem com que o algoritmo do Google “escaneie” o seu conteúdo e confira se ele servirá de forma assertiva para o usuário. Assim, após esse “escaneamento”, os conteúdos são classificados pelo algoritmo e ranqueados (posicionados) pelas páginas do Google.

E olha! Ser o buscador mais utilizado pelos usuários da internet é para poucos. Por isso, a empresa Google faz questão de manter os critérios do algoritmo do seu buscador sempre em atualização. Assim, os melhores conteúdos continuam sendo entregue em suas páginas.

Por causa dessa atualização constante do algoritmo, fica difícil saber com exatidão quais são todos os critérios de ranqueamento. Contudo, para a sua sorte, muitos estudiosos da área do Marketing Digital já conseguiram entender os principais. Vamos conhecê-los?

Homer Simpson se escondendo no arbusto
Calma! Não precisa ficar tenso(a), nós te ajudamos!

Os critérios de ranqueamento

Bem, os critérios analisam se o material escrito de uma página está satisfatório o suficiente, assim como também englobam questões ligadas à estruturação do site. Desse modo, eles vão servir, por exemplo, para o algoritmo descobrir se o conteúdo possui links para páginas secundárias do próprio website, assim como para páginas de outros portais. Fazer essas referências contribuem para a riqueza de informação do texto, um ponto de relevância para a empresa Google.

Outro ponto avaliado é a experiência de navegação do(a) usuário(a). Portanto, o algoritmo levará em consideração se um site é responsivo. Ou seja, se seu conteúdo é adaptado também para um smartphone e tablet. Além, de claro, se ele também tem uma versão mobile, que entrega uma experiência diferente para quem está acessando por um suporte que não seja o computador. Inclusive, o Ubirajara Carratu já falou sobre a diferença de um site responsivo para um site mobile aqui no nosso blog!

Além disso, o algoritmo também observará o tamanho do seu texto, a velocidade de carregamento da sua página e como o seu conteúdo é estruturado. Os critérios também giram em torno do conteúdo multimídia do seu texto. É ótimo que ele possua vídeos, infográficos, gráficos, fotos ou áudios que agreguem valor ao que você está falando. Não precisa usar tudo de uma vez e cansar o usuário, mas aplicar um ou dois materiais multimídias é importante!

Não é a toa que o buscador da Google seja o mais utilizado, não é? Ele entrega para o(a) usuário exatamente o que ele(a) procura! Por isso, a concorrência é tão grande para chegar na primeira página desse motor de busca. Muitos resolvem pagar para que seus conteúdos apareçam em destaque através de anúncios, mas estamos aqui para mostrar que é possível ranquear sem custos com publicidade!

O ranqueamento orgânico é a chave de tudo

Como tudo no mundo, há sempre uma forma mais rápida de ter seu texto ranqueado no Google: pagando. A Google tem um serviço chamado Google Adwords, que faz a administração de conteúdos pagos para colocá-los em uma boa posição no buscador da empresa. No entanto, cada clique em um conteúdo ranqueado de forma paga gera um custo. E esse pode sair mais caro do que o esperado.

No fim das contas, nem sempre a opção de utilização do Google Adwords é acessível, apesar de válida. Principalmente se sua empresa é de pequeno porte ou uma startup! Por isso, investir em ranqueamento orgânico é o melhor caminho para você que não tem tanto dinheiro assim para investir em publicidade.

Potencializar o seu conteúdo para que ele seja ranqueado sem a necessidade de utilização de anúncios pagos é a saída para você que não quer gastar tanto. Esse é o desafio desse texto, te mostrar como ranquear organicamente é possível!

E vale lembrar que investir apenas em publicidade não garante que um bom conteúdo seja entregue. No meio digital, um bom texto tem como premissa atrair os usuários para ele. Além disso, faz com que esse público permaneça por mais tempo no site de uma empresa.

Então, você deve investir em seu texto. E sabe quem vai ser a sua maior aliada? A estratégia de SEO!

Leslie Jones comemorando no programa de comédia SNL
Finalmente uma boa notícia, não é?

SEO? Exatamente

O Search Engine Optimization (SEO) é responsável por reunir diferentes técnicas de otimização de sites e conteúdos para que atinjam um bom posicionamento no buscador Google. Na produção de conteúdo para a web, ele é o seu principal aliado para a otimização do seu texto!

Hoje em dia, ferramentas que trabalham com SEO atuam agindo na reunião desses critérios de ranqueamento criados pela Google. Assim, ajudam os produtores a se lembrarem de cada um deles na hora da construção do texto. Com isso, também dão sugestões de melhorias e algumas ferramentas até mesmo dão notas para o conteúdo em questão.

Existem ferramentas que trabalham com SEO de forma gratuita, como o plug-in Yoast. No entanto, para quem deseja uma ajuda mais profunda na otimização, uma opção é utilizar o SEMrush, que possui planos com valores acessíveis para diferentes grupos! Sendo pagas ou não, o fato é que elas auxiliam a construção de um texto dentro da política do SEO.

Porém, é importante não depender de ferramentas e saber fazer o trabalho de SEO por si só, certo? Por isso, nós da Carratu vamos te dar 5 dicas de como escrever um bom conteúdo para que ele seja ranqueado no Google!

5 dicas de como escrever seu conteúdo nas regras de SEO

Agora é a hora esperada! Preparado(a) para conhecer algumas regras valiosas de SEO? Esse texto foi criado com base nelas e gostaríamos de compartilhar com você!

  1. Primeiro, saiba escolher as suas palavras-chave! Ela precisa ser relevante para a sua persona e ter um bom volume de pesquisa no Google. Quer saber como? A Resultados Digitais explica como fazer esse estudo de palavra-chave!
  2. Não escreva frases longas! Se lembra das suas aulas de redação? Pois então! Não é bom para a leiturabilidade frases imensas que possam confundir o leitor. Principalmente na Internet, onde o olhar ágil é presente em toda e qualquer leitura do(a) usuário(a).
  3. Parágrafos grandes também não são indicados! Extensos blocos de texto fazem com que o(a) leitor(a) não consiga escanear o conteúdo com o olhar. Dessa forma, a leitura se torna lenta, dispersando sua persona. Por isso, opte por parágrafos que não ultrapassem o limite de cinco linhas. A menos que seja necessário, chegue ao máximo de seis. Porém, quando for possível, é melhor evitar.
  4. Utilize palavras de transição! “Porém”, “Dessa forma”, “Por outro lado”, “Do mesmo modo”, “Bem como”, “Finalmente”, “Frequentemente”, “Do mesmo ponto de vista”, são alguns exemplos. Essas palavras geram o sentido de conexão entre frases e faz com que o seu conteúdo se torne mais rico. Assim, a leitura de seu texto se torna mais agradável.
  5. Faça hiperlinks! Ao decorrer do seu texto, é importante trazer links de conteúdos do seu próprio site (links internos), assim como de outros sites (links externos). Como falamos no início desse blogpost, isso traz riqueza de informação. Dicas de conteúdo complementar faz com que o(a) usuário(a) se sinta incitado a navegar por outras páginas e busque mais informação.

E não se esqueça!

Ok, com as nossas 5 dicas sobre as técnicas de SEO, você já vai conseguir escrever um bom conteúdo. Mas há outros quatro pontos que gostaríamos de chamar atenção para você não vacilar na hora de potencializar o seu ranqueamento!

  • Se preocupe com o título e a meta-descrição do seu conteúdo! O título não deve ultrapassar o máximo de 53 caracteres e deve conter a palavra-chave do texto. A meta-descrição, se você não sabe, é o resumo do conteúdo da página que aparece no buscador. Ela precisa ser curta, objetiva e, claro, conter a palavra-chave!
  • URLs amigáveis sempre! A URL da página do seu conteúdo precisa ser curta e objetiva também. Com o tempo, o buscador Google passou a priorizar URLs que se apresentassem de forma fácil. Com isso, é preciso ter foco e saber encaixar a sua palavra-chave. Não precisa colocar todo o seu título no endereço. Por exemplo, o título desse texto é um, mas a URL ficou apenas: blog.carratu.com.br/como-potencializar-ranqueamento/!
  • Otimize suas imagens! Você sabia que as imagens possuem um texto? Pois é! Sabe quando você procura uma imagem e o Google te mostra a certa? Isso acontece por causa do alt-text (texto alternativo) das imagens. E você pode usar esse texto ao seu favor! A Rock Content tem um ótimo texto sobre otimização de alt-text para SEO, confira.
  • Velocidade de carregamento da página também é importante! Se sua página demora a carregar todos os itens, você pode acabar espantando seu público. A preocupação é tão verdadeira que a Google desenvolveu uma ferramenta que ajuda a analisar e melhorar a velocidade de uma página da web! Caso você queira saber mais sobre, é interessante ler o texto da Rock Content sobre o Google PageSpeep Insights.

Agora é a hora de praticar!

Com todas as nossas dicas e informações, esperamos que você comece a escrever pensando em todos os pontos de critério. Assim, com muita prática, você vai atingir um bom ranqueamento no buscador Google! Busque pelos conteúdos extras que sugerimos aqui e continue estudando sempre.

É importante lembrar que você não vai atingir o seu ranqueamento da noite para o dia. Vai ser preciso produzir muito conteúdo de qualidade seguindo as regras de SEO. Dessa forma, quanto mais escrever, melhor. Mais seu site ganha autoridade para o Google e mais seus textos têm a chance de ranquear de uma forma satisfatória!

Homem sorridente com diploma da Western Illinois University
Preparado(a) paras atingir o sucesso?

Ficou em dúvida em relação a algum de nossos pontos? Deixe nos comentários! Até uma próxima!

ranqueamento

Comentários
Por Marcelha Pereira

Siga-nos

Quer nos conhecer?

Newsletter

Materiais Gratuitos