TRANSFORMAÇÃO DIGITAL E MARKETING: COMO ELES SE RELACIONAM?

Entender a forma como transformação digital e marketing se relacionam pode fazer com que você otimize a sua gestão e alcance resultados mais significativos nas suas estratégias de marketing. Afinal, a predominância do virtual no cotidiano das pessoas e empresas já é uma realidade que não deve ser negada a fim de melhor aproveitar as oportunidades de negócio do mundo contemporâneo.

Neste post, você aprenderá quais são os principais aspectos e recursos que devem ser entendidos e utilizados para essa finalidade. Você verá que, com as informações corretas e uma boa estratégia, poderá transformar a maneira como tem gerido as campanhas da sua empresa. Continue lendo e aprenda com os direcionamentos que daremos a seguir.

O que é transformação digital?

A transformação digital é o termo utilizado para definir as mudanças trazidas pela tecnologia e as novas soluções ofertadas por ela.

Pense, por exemplo, em questões simples, como pedir uma pizza ou comprar roupas e calçados. Os consumidores dependiam exclusivamente de uma linha telefônica para pedir comida e tinham que se locomover até uma loja para comprar uma camisa ou um sapato. Se quisessem pesquisar preços, precisariam, ainda, percorrer diferentes locais, o que exigia tempo e recursos para isso.

No mundo atual, não é mais necessário todo esse esforço, já que, por meio de qualquer dispositivo móvel ou mesmo um computador de mesa (desktop), você consegue acessar um aplicativo ou site para resolver todas essas questões. Isso abriu um campo de atuação e tanto para o marketing e o comércio de uma forma geral.

 

Quais os impactos que ela causa na sociedade como um todo?

A multiconectividade talvez seja o traço mais marcante de toda essa mudança. E você deve ter se perguntado: “o que é multiconectividade?”. Bom, essa palavra define não só a maneira como estamos cotidianamente conectados a diversos recursos digitais, mas também a forma como eles se integram em suas funcionalidades. Basta pensar em como o celular se tornou um computador de mão com o passar do tempo e na forma como estamos constantemente apegados a esse aparelho.

Ao mesmo tempo em que o utilizamos como uma ferramenta comunicacional, podemos também utilizá-lo para escrever textos no Word, criar planilhas no Excel, passar tempo com jogos, pedir um serviço de transporte particular e tantas outras possibilidades.

Isso tem feito com que se crie um contexto no qual seja difícil imaginar uma vida completamente desconectada, sendo inegável que, de fato, existe uma transformação digital em curso e que ela só tende a se tornar mais complexa.

Como a transformação digital tem mudado a forma como as empresas fazem marketing?

O marketing tradicional, também chamado de Outbound, caracterizava-se pela interrupção do consumidor por meio de anúncios televisivos, em revistas, rádio e outras formas que poderiam ser desinteressantes ao público-alvo. No Inbound Marketing, a situação mudou bastante de figura, sendo possível segmentar e direcionar a sua campanha com bastante precisão para as pessoas certas.

O motivo disso é que o grande volume de coleta e análise de dados, possibilitada pela internet, fez com que se conheça muito melhor o perfil dos consumidores, e os próprios usuários também passaram a ser mais seletivos por meio do fácil acesso à informação e às ofertas a um clique de distância. Somando ambos os lados da moeda, configurou-se esse contexto no qual é possível mensurar resultados de uma maneira nunca vista com ações precisas e mensuração dos desdobramentos alcançados.

Quais os benefícios dessas mudanças para as empresas?

Imagine ter que atingir milhares de pessoas por meio de um anúncio via televisão, rádio ou magazine? Sairia bastante caro, não é mesmo? Considere, ainda, que não seria possível mensurar os resultados de forma objetiva, o que faria com que você ficasse refém do “feeling” ou, como dizemos de forma coloquial no Brasil, do “achismo”.

Com a transformação digital e seu impacto direto na forma como se faz marketing, o custo-benefício das campanhas tornou-se muito mais vantajoso devido à sua eficiência e objetividade. Não é preciso mais falar com milhões de pessoas quando traz muito mais resultado atingir apenas quem realmente lhe interessa.

Quais as principais tendências às quais as empresas devem se adaptar para continuar crescendo?

Existem alguns recursos que têm sido amplamente usados por diversos gestores de marketing nos mais diferentes segmentos do mercado. Abaixo, vamos descrever essas possibilidades e como elas contribuem para o sucesso desses empreendimentos.

Marketing de conteúdo

O panorama atual de oferta gratuita de conteúdo relevante e de qualidade se tornou a isca para fisgar o consumidor que está cada vez mais bem informado e exigente.

O marketing de conteúdo por meio de blog posts, vídeos tutoriais, e-books e tantos outros formatos úteis ao usuário faz com que ele se aproxime de sua marca e, aos poucos, torne-se um cliente, à medida que avança na jornada de compras e no funil de vendas. Uma estratégia e tanto!

Big Data

Em outro ponto do post, chamamos a atenção para como é conveniente, hoje, coletar dados diversos que podem ser usados para melhor elaborar as suas campanhas. Sejam informações sobre o comportamento do usuário na rede, sejam dados pessoais, como idade, gênero e cidade onde mora, é possível acessar isso sem grandes dificuldades e direcionar um anúncio ou, até mesmo, criar as bases que guiarão o seu negócio por meio do domínio dessa ferramenta.

Inteligência Artificial

Desde chatbots (robôs de conversação) até os algoritmos do Google, a Inteligência Artificial (AI) já está no meio de nós há algum tempo. O que parecia ser algo de filme de ficção científica se tornou realidade.

Considere, por exemplo, o quanto é econômico e eficaz estar disponível para a clientela 7 dias na semana e 24 horas por dia por meio de um chatbot e utilizar as respostas dadas para melhor segmentar o seu público e ser mais preciso em suas ações.

Automação de marketing

Não é ótimo poder programar e personalizar o disparo de e-mail da sua mailing list? E também gerir de forma automatizada e integrada todas as redes sociais? Tais recursos economizam tempo e dinheiro preciosos que seriam gastos enviando mensagens manualmente e abrindo cada rede social para fazer a postagem correta.

Em tempos de rápido consumo da informação, é necessário estar bem preparado e adaptado, e esses são só alguns exemplos básicos do que a automação de marketing pode fazer pelo seu negócio.

Search Engine Optimization (SEO)

Uma coisa é você pagar para ter um anúncio no topo dos resultados de pesquisa do Google, outra coisa é conseguir alcançar esse lugar tão desejado organicamente, ou seja, sem ter que pagar por isso.

Por meio de um conjunto de técnicas conhecidas como SEO — otimização para mecanismos de busca, em português —, você consegue preparar o seu site e suas postagens para que possam alcançar essa posição privilegiada em médio e longo prazo.

Como pode ver, as mudanças trazidas pela internet se relacionam diretamente com as novas abordagens do marketing. Por meio do conteúdo deste post, você conseguirá desenvolver ações mais diferenciadas ao se valer dessas possibilidades.

Se gostou de saber como a transformação digital e o marketing se relacionam, aproveite para baixar nosso e-book sobre as 20 otimizações de Facebook Ads e comece a mudar a forma como tem atuado na internet.


Marketing Digital

Comentários
Por Ubirajara Carratu

Siga-nos

Quer nos conhecer?

Newsletter

Materiais Gratuitos