Deseja expandir os negócios da sua empresa? Precisa aumentar a sua visibilidade, gerar mais receita e melhorar os seus resultados? Sabe qual valor investir em mídias digitais e quais são os melhores canais para o seu negócio? Não? Então saiba que você está no lugar certo, pois aqui nós falaremos justamente sobre isso.

Nos dias de hoje, investir nas redes sociais e nos sites de busca é praticamente uma obrigação. Com a popularização da internet e os recentes avanços da tecnologia, não apostar nesse tipo de marketing seria um grande erro.

O porquê disso? Além de não ser algo necessariamente caro, se bem desenvolvido, os resultados certamente aparecerão. Adicionalmente, é possível mensurar o retorno desse investimento com exatidão.

Essa abordagem de comunicação permite que você conecte sua empresa ou produto com o seu público-alvo ideal de forma clara e objetiva, entregando as informações corretas no momento certo.

Dito isso, vamos agora ao que de fato pretendemos com este artigo: explicar o funcionamento das campanhas no ambiente digital e abordar suas principais características de acordo com os diferentes canais. Está pronto? Então vamos lá!

Mas afinal, quanto devo investir em mídias?

Para começar, nada melhor do que falarmos do valor a investir nas redes sociais e nos sites de busca. O ponto a destacar é que, diferentemente das mídias tradicionais, não há a necessidade de colocar milhares de reais de uma única vez.

Isso por si só já é uma grande vantagem. Contudo, a principal delas não é essa, mas sim a possibilidade de começar com um pequeno investimento e ir realizando testes até encontrar o melhor caminho.

Em outras palavras, após determinar o seu público-alvo, você poderá desenhar diferentes estratégias e testá-las individualmente ou em conjunto, como preferir. Aliás, esse é outro benefício: tanto um quanto outro permitirão saber qual campanha está gerando as melhores conversões.

Portanto, o valor a investir em mídias sociais e sites de busca fica totalmente a seu critério. É isso mesmo: não há nada que diga que se deve investir uma quantia “x” ou “y” para obter algum retorno. Tudo será na base de testes!

Porém, para que você tenha alguma referência, o Facebook sugere como um investimento padrão inicial o singelo valor de 20 reais por dia.

Já o Google, por sua vez, dispõe de uma ferramenta para encontrar e medir os valores de cada palavra-chave. Ao pesquisar por um determinado termo, ele fará uma projeção com o investimento inicial sugerido para tal.

Quais os melhores canais para minha empresa?

Agora que você já sabe que não há um valor específico para investir em mídias digitais, deve estar se perguntando quais são os melhores canais para o seu negócio, certo? Pois bem, o primeiro passo é definir os seus objetivos, enquanto o segundo é procurar entender as características de cada canal.

Para quem está querendo construir ou consolidar a marca desenvolvendo um relacionamento com o público, o Facebook é a opção mais adequada. Por outro lado, se você busca um aumento direto nas vendas, o Google será a melhor alternativa, porque está mais associado ao estágio de interesse, além de apresentar uma taxa de conversão mais elevada.

De um modo geral, considere o Facebook e o Google como os principais canais e, portanto, os mais indicados para o seu negócio. Porém, ainda existem outros a considerar, como:

  • Instagram;
  • LinkedIn;
  • YouTube;
  • Twitter;
  • Pinterest;
  • Google+.

Destes, o Instagram e o LinkedIn também são muito apreciados, mas a razão para investir em mídias é que cada um deles é completamente diferente.

O Instagram é uma rede social com enfoque totalmente voltado para as imagens, utilizando-se de um grande apelo visual para as vendas.

O LinkedIn é mais indicado para uma comunicação corporativa, isto é, para alcançar empresas e profissionais.

Como configurar as campanhas?

Visto que os melhores canais para sua empresa são aqueles que melhor se adaptam aos seu objetivos, explicaremos a seguir como configurar as campanhas. Daremos ênfase aos mais relevantes: Facebook, Google, Instagram e LinkedIn.

Facebook

Começaremos então pelo Facebook Ads. A partir da página da sua empresa, você poderá criar anúncios para:

  • aumentar o número de seguidores;
  • impulsionar os posts;
  • levar os usuários do Facebook para o seu site;
  • otimizar conversões na loja virtual (caso possua uma).

No entanto, para iniciar as campanhas e torná-las mais efetivas, será preciso desenvolver bons conteúdos. Sim, é necessário que a sua página do Facebook tenha boas publicações antes de dar início às campanhas.

Por ser um canal mais voltado à construção de relacionamento com o público, é de extrema importância que você crie posts relevantes, mesmo que baseados apenas em uma simples arte.

Tendo isso em mente, você chegará na parte onde a “mágica” acontece: a segmentação do público. Nesse momento, você poderá definir a faixa etária, a localização e o gênero dos seus clientes, por exemplo.

Em seguida, temos o direcionamento detalhado, uma etapa tão importante quanto a primeira. Aqui, você encontrará tópicos e subtópicos de interesses e outras particularidades que deixarão a segmentação ainda mais precisa. Por fim, será a vez de definir o orçamento diário.

Google

Indispensável para uma estratégia de marketing digital, o Google Ads baseia-se na criação de anúncios de texto orientados por palavras-chave. Esse é o motivo que o torna mais eficiente para as vendas se comparado ao Facebook Ads.

Ao clicar sobre o anúncio, que só está ali porque o próprio consumidor o deseja, ele será redirecionado para o seu site. Os valores serão determinados com base no custo por clique (CPC), mas o orçamento definido por dia fica a seu critério.

Observação: os anúncios podem ser veiculados na rede de pesquisa (buscador) ou na rede de display (buscador em conjunção com os programas de afiliados do Google).

Instagram

De modo breve, a configuração das campanhas no Instagram ocorrerá da mesma forma que no Facebook. A diferença, entretanto, é que a criação dos anúncios só será possível de ser feita por meio das ferramentas “Gerenciador de Anúncios” e “Power Editor”.

As segmentações podem ser direcionadas de acordo com os parâmetros já estabelecidos no Facebook Ads. Suas preferências ficarão salvas e, se você quiser, poderá criar “alvos” distintos.

LinkedIn

Com o intuito de gerar negócios no campo corporativo, o LinkedIn Ads possibilitará que você crie campanhas segmentadas não somente por região, gênero, idade ou interesses, mas também por setores de mercado, cargos, profissões e tamanho de empresa.

Para que você tenha um valor de referência, o orçamento diário mínimo é de 10 dólares.

Embora os custos sejam um pouco mais elevados do que o habitual, investir nessa rede social pode lhe trazer um ótimo retorno. Isso porque que as opções extras de segmentação dos anúncios permitem que você tenha uma maior chance de gerar leads qualificados.

Por fim, não poderíamos esquecer de falar da importância de mensurar os resultados. Sob uma visão mais ampla, calcule o retorno sobre o investimento (ROI): ROI = Lucro líquido / investimento.

Para ilustrar, considere o seguinte exemplo: se você fez investiu R$ 1 mil no Google AdWords e com isso obteve R$ 20 mil reais em vendas, sendo R$ 10 mil o seu lucro líquido, pode-se afirmar que para cada um real investido você ganhou dez.

Atente-se também aos custos por clique (CPC) e por mil visualizações (CPM). A princípio, pode parecer um tanto quanto complicado, mas com o tempo e a prática você se acostuma. Mesmo assim, fica a dica: tenha uma agência/equipe especializada ao seu lado

Sites de busca

Otimizar seu site ou o blog para palavras-chave e ter um bom posicionamento nestes mecanismos de busca é somente um dos passos para aumentar a audiência e gerar mais aquisição de leads. Mas se você quer saber mais sobre como os sites de busca podem gerar mais visitas para o seu site ou blog e se vale a pena investir em mídias ou pagar para os sites de busca, então leia sobre Google Ads ou Facebook Ads

Investir em mídias sociais e sites de busca é fundamental para o crescimento do seu negócio, não apenas na internet, mas como um todo. Acredite!

Gostou deste artigo? Então deixe um comentário e conte as suas experiências!

Comentários