Você sabe o que é Social Selling? Não se culpe caso ainda não entenda nada sobre o termo. Em tempos de marketing digital, é natural que fiquemos perdidos com tantos assuntos relacionados.

O Social Selling ou venda social consiste em utilizar as redes sociais como ferramenta para criar e manter relacionamentos com o seu público e, a partir disso, gerar mais vendas.

E essa tendência é muito coerente. Afinal, são muitos usuários conectados nas redes sociais. O Facebook, por exemplo, já conta com 2 bilhões de usuários ativos, de acordo com o último levantamento divulgado pela plataforma.

Mas é preciso compreender que as redes sociais não são uma ferramenta de venda, e sim um meio de socialização.

E é essa a ideia principal do Social Selling: conectar com o público, trocar informações ou mesmo ajudar solucionando problemas, sem a necessidade de divulgar produtos e serviços de maneira tão direta.

Agora que você já conhece a teoria do Social Selling, que tal aprender um pouco da prática? Isto é, o que realmente você deve fazer para vender mais com essa estratégia?

A seguir daremos 4 dicas de como aumentar as vendas da sua empresa nas redes sociais. Continue a leitura!

Planeje antes de tudo

É difícil imaginar que algum processo em uma empresa dê certo sem um bom planejamento. E com o Social Selling não é diferente! O planejamento é fundamental para que se tenha um retorno positivo com a estratégia.

A elaboração desse plano vai fazer com que você entenda aonde a empresa quer chegar, ou seja, compreender quais são os principais objetivos e quais ações devem ser feitas durante o processo para conseguir alcançar a meta final.

Abaixo separamos as informações básicas que precisam estar presentes no documento. Caso sinta necessidade você pode adicionar outros dados. Veja as fundamentais:

  • defina muito bem seus objetivos de forma clara;

  • pesquise e conheça o seu público;

  • analise os canais mais apropriados para serem utilizados de acordo com seu público e objetivos;

  • determine os profissionais que farão parte da equipe para essa estratégia.

Sabemos que essa etapa talvez não seja a mais motivadora e interessante, pois é um processo muito teórico. Mas é essencial que você entenda que o planejamento não pode ser deixado de lado, pois é ele que conduzirá toda a campanha ao objetivo final.

Defina muito bem o seu público

Falamos há pouco que no planejamento devem constar informações sobre seu público, certo? Mas não aprofundamos a maneira com que essa definição necessita ser feita.

Em um passado não muito distante falava-se muito em público-alvo, que são aqueles clientes com características em comum que mais consomem seus produtos e serviços. Mas podemos dizer que essa tendência está ficando para trás.

Isso porque está cada vez sendo mais utilizada a criação de personas que, basicamente, é a representação fictícia do seu cliente ideal.

A criação de personas tem tido melhores respostas nas ações de marketing, porque, além de conter características básicas como no público-alvo (sexo, idade, localização, etc.), ela é baseada em dados mais profundos, como os objetivos, desafios, preocupações, entre outros assuntos importantes sobre seus potenciais clientes.

Para criar uma persona você precisa pensar nos assuntos que o consumidor tem interesse, tanto profissionalmente como na vida pessoal, relacionados à sua empresa:

  • como é sua rotina;

  • quais as suas atividades mais comuns;

  • quais seus maiores problemas;

  • qual seu nível de conhecimento;

  • quem influencia nas suas compras;

  • quais canais utiliza para consumir informações.

Com esses dados em mãos, você poderá determinar o tipo de conteúdo que precisa produzir para atingir seus objetivos, além de definir o tom e o estilo de suas publicações.

Produza conteúdo na medida certa

Tem coisa mais irritante que uma empresa que só faz publicações divulgando seus produtos e serviços? Você mesmo já deve ter se deparado com algumas marcas com esse posicionamento.

Assim como você, o seu público também está em busca de informações úteis, que podem ajudá-lo de alguma forma. E um dos principais enfoques do Social Selling está no conteúdo rico e de qualidade.

Além de manter as pessoas informadas sobre a sua empresa, é uma maneira de aumentar a interação e ganhar a confiança do público, conquistando evangelizadores para sua marca.

Para isso, na hora de produzir o conteúdo, leve essas dicas em consideração:

  • não copie! Publique apenas conteúdos originais;

  • use a linguagem da sua persona;

  • se coloque no lugar do seu cliente para entender quais assuntos são realmente relevantes;

  • otimize o texto para o Google para que as publicações fiquem bem posicionadas nas pesquisas;

  • diversifique os formatos. As redes sociais permitem a publicação de vídeos, textos, imagens etc.;

  • estimule a interação fazendo perguntas.

É importante salientar que essas publicações precisam ter uma periodicidade, tudo bem? Desse modo, é preciso se organizar para que as postagens sejam feitas frequentemente.

Uma boa dica é criar um calendário editorial. Um documento que deve ser produzido junto com a sua equipe para delinear toda a sua estratégia de conteúdo, definindo o caminho que devem seguir, com os prazos e datas das publicações.

Mensure os resultados

Felizmente, as redes sociais possibilitam que os resultados sejam conferidos de forma bem exata. E esses números são valiosos para as campanhas!

No Facebook, você pode acompanhar esses dados pela quantidade de curtidas, comentários e compartilhamentos. Há também a opção Insights, que traz informações como o alcance e o número de visualizações.

Portanto, não deixe de mensurar os resultados sempre. São esses relatórios que vão indicar se uma ação está dando certo ou não, além de direcionar o caminho de seus próximos passos, levando a compreender quais temas, formatos e horários são os preferidos do seu público.

Conseguiu entender o que é o Social Selling mas não sabe por onde começar ou mesmo não tem tempo para se dedicar às ações?

A boa notícia é que existem agências especializadas em estratégias de marketing digital, que podem auxiliá-lo não apenas com o Social Selling, mas também com outros tipos de campanhas nas redes sociais. Se quiser conhecer boas soluções, entre em contato conosco!

Comentários