Seu site é mobile, responsivo ou nenhum dos dois? Ficou confuso? Então, é hora de revisar os conceitos e tomar as melhores decisões para seu negócio.

Suas páginas precisam ser bem utilizadas pelos internautas que usam dispositivos móveis.  O motivo é bem simples: o número de aparelhos é tão grande que supera o de habitantes no Brasil.

Sendo assim, dificultar o acesso desses dispositivos é prejuízo para a própria empresa. Além de perder clientes por não conseguirem acessar corretamente o site, o Google dará prioridade para aqueles que sejam amigos dos smartphones e tablets.

Há duas formas de deixar suas páginas melhores: site mobile e responsivo. Para ajudá-lo a decidir entre as duas opções, no post de hoje falaremos das principais diferenças entre eles.  

Site mobile

O site mobile é aquele que apresenta uma versão diferente da projetada para computadores e notebooks. Isto é, quando um usuário acessa alguma página de seu dispositivo móvel, tem uma experiência diferente do que quando acessa pelos demais métodos.

Para deixar mais claro, essa versão tenta melhorar a forma com que o internauta acessa o site. Dessa maneira, em vez de apenas adaptar suas páginas, se pensa em exibir apenas os conteúdos mais importantes e acessados. O motivo para isso é simples: quanto menos conteúdo for exibido em uma tela pequena, maior será a chance de ser encontrado facilmente.

Além disso, outras questões importantes são programadas, como:

  • implementação de navegação mais simples;
  • páginas de cadastro com menos campos, lembrando-se de que é mais difícil preencher muitos campos pelos dispositivos móveis;
  • elaboração de botões para voltar e prosseguir facilmente.

Em outras palavras, os sites mobile são pensados do início. Assim, arquiteta-se como proporcionar que o usuário encontre tudo quanto deseja, de maneira organizada e rápida.

Normalmente, os sites mobile só são acessados pelos dispositivos de tela pequena. Ele é programado para reconhecer quando um usuário acessa a página por tais aparelhos e o envia para a versão diferente.

Site responsivo

Diferentemente da forma acima, o site responsivo é muito utilizado atualmente, principalmente pelas empresas de pequeno e médio porte. Em vez de efetuar uma nova versão do website, o conteúdo é apenas otimizado para que seja corretamente visualizado em smartphones e tablets.

A principal vantagem de tornar seu site responsivo é um custo menor, se comparado ao site mobile. Aqui, você não precisará criar um conjunto de páginas. Além disso, é mais fácil e rápido otimizar do que começar a criação do início.

O ponto negativo é a falta de uma experiência pensada nas dificuldades do usuário dos dispositivos móveis. Dessa forma, exibe-se, apenas, o conteúdo de forma que o usuário possa lê-lo. Por isso, é a solução mais comum.

Valorização do Google

Uma das maiores metas dos buscadores é fazer a ponte entre o interesse do usuário e conteúdo de qualidade. Isto é, fazer com que o visitante encontre aquilo que ele realmente deseja.

Eles entendem que um usuário se sentirá desapontado caso entrem em um resultado de busca que não aceita uma navegação consistente no dispositivo que estão acessando.

Sendo assim, empresas atualizam constantemente seus algoritmos para que o objetivo acima seja atingido. O Google, por exemplo, valoriza muito as páginas otimizadas para dispositivos móveis. Então, uma das formas de melhorar seu posicionamento é pensar na experiência dos usuários em sua página.

Experiência do usuário

Embora estar entre as primeiras posições dos buscadores seja almejado e importante pelos administradores de sites, isso é apenas reflexo do trabalho realizado para melhorar a experiência do usuário.  

Engana-se quem acredita que apenas terá mais gastos com essas medidas. Fazer com que o usuário tenha uma visita agradável, limpa e simples melhora as vendas e a relação dele com a empresa.

Aumenta as vendas

Muitos usuários acabam desistindo de efetuar uma compra por processos inadequados, como:

  • muitos campos para preencher no cadastro;
  • dificuldades para voltar ou avançar;
  • conteúdo ou produto difícil de ser encontrado.

Sendo assim, talvez você esteja perdendo muitas vendas por não proporcionar uma experiência de navegação rica para eles. É possível que seus consumidores estejam desistindo de realizar o pedido por essas dificuldades. Muitos deixam para fazer quando estão em um computador ou notebook.

Até lá, porém, podem já ter comprado em outro site ou não se lembrarem do desejo. Então, aumente as conversões mudando a forma com que seu visitante navega em sua página.

Auxilia todos os segmentos da empresa

Além de ajudar nas vendas, melhorar a navegação é útil para o empreendimento como um todo. Caso seus usuários encontrem as informações que precisam facilmente, evitarão entrar em contato com o suporte da empresa.

Interessados terão menos dúvidas no momento de efetuar uma compra, e isso fará com que estejam mais satisfeitos. Se isso ainda não é suficiente, se engajarão mais com as publicações do site. Dessa forma, as ações de marketing do negócio também serão beneficiadas.

Problemas em não se adaptar

Você já deve ter percebido quais são os problemas que possuirá caso seu site não melhore a navegação de seus internautas. Porém, vamos deixar isso ainda mais claro. As principais dificuldades estão:

  • no ranqueamento nos motores de busca. Os usuários que utilizarem dispositivos móveis dificilmente encontrarão seu conteúdo na pesquisa;
  • no maior número de usuários que desistem de entrar em contato ou realizar compras;
  • na maior utilização do suporte da empresa;
  • em melhorar a forma com que a empresa é vista no mercado.

Você quer entender como está o desempenho de seu site? O Google pode auxiliá-lo nisso. Acesse o Search Console, ferramenta destinada a webmasters, e verifique como seu site é visto pelo buscador.

Quer ver como está o desempenho da sua página para mobile e desktop? O PageSpeed Tools mostra se você tem dado a devida atenção para questões como velocidade e usabilidade nos dispositivos, incluindo os móveis.

O primeiro passo para que você resolva o problema é entender se seus visitantes estão sendo bem recebidos em sua página. Depois disso, decida quais das duas formas terá melhor custo-benefício para seu negócio.

Como vimos, o site mobile é aquele que melhor entende as necessidades desses usuários e aperfeiçoa seu ranqueamento nos motores de busca. Outra maneira de subir posições é fazendo link building. Não sabe o que é? Acesse nosso artigo e aprenda a implementá-lo. Até lá!

Comentários