Com o grande crescimento da internet, era inevitável que os usuários começassem a utilizar as redes sociais para se comunicar, dar feedbacks e até mesmo adquirir produtos e serviços de lojas e empresas.

As redes sociais empresariais seguiram esse crescimento, pois viram no Facebook, Instagram e Twitter, por exemplo, uma nova forma para atender e satisfazer os seus clientes.

Sabemos que muitas empresas cometem erros comuns nas redes sociais e, por conta disso, resolvemos criar este conteúdo. Nele, listamos os principais erros cometidos em redes sociais empresariais para que você não venha a cometer também. Confira!

1. Não ter um planejamento de conteúdo

Quando temos uma ideia e queremos colocá-la em ação, precisamos ter em mente que o primeiro passo é o planejamento. Isso não seria diferente com as redes sociais empresariais.

Antes de inserir sua empresa nas redes sociais, planeje, crie uma estratégia e defina quais dias serão publicados os conteúdos. É interessante criar uma tabela mensal com o dia e assunto do post que será publicado.

Então, tenha bastante atenção e não comece sem um planejamento, pois, assim, sua empresa terá mais organização e periodicidade nos conteúdos publicados nas redes sociais. 

2. Excluir comentários negativos

Quando uma empresa publica algo em suas redes sociais, é inevitável que comentários positivos e negativos possam surgir; é preciso estar ciente disso. Porém, mesmo que pareça simples, é preciso ter muita atenção com esses comentários, pois eles podem ajudar e prejudicar a sua empresa ao mesmo tempo.

Vamos supor que um cliente insatisfeito foi até uma rede social da sua empresa para reclamar de um produto que foi enviado para ele com defeito. Se você respondê-lo, tentar solucionar seu problema, tudo bem. Porém, o que muitas empresas fazem é totalmente o contrário disso — elas simplesmente apagam o comentário.carratu

Coloque-se na pele desse consumidor, que comprou um produto com defeito. A empresa, além de não responder, apaga seu comentário. Você ficaria com mais raiva ainda, não é mesmo? Então, busque sempre solucionar os problemas do seu cliente e em hipótese alguma exclua esses comentários, por mais negativos que sejam.

3. Não acompanhar métricas importantes

Muitas organizações acabam se iludindo com fãs, curtidas e compartilhamentos, e talvez por isso se esquecem das métricas mais importantes para conseguir analisar, de fato, se o trabalho nas redes sociais está trazendo bons resultados para o negócio.

Então, além dessas métricas que citamos, existem outras mais importantes, como por exemplo as taxas de engajamento e conversões, que o Facebook disponibiliza para os seus usuários.

Muitas empresas, ao se iludirem com o número de seguidores, acabam até mesmo pagando por eles, o que acontece muito no Instagram. Porém, continuam com resultados imensuráveis. Portanto, preste atenção nas métricas importantes, e não nas ilusórias.

4. Não investir em mídia paga

A internet é como os anúncios em TV, rádios, jornais, outdoors etc. Se você criar as redes sociais empresariais, precisa ter consciência de que é preciso investir uma quantia em mídia paga para ter melhores resultados.

Obviamente que a forma de anunciar na internet é muito mais fácil e barata do que em uma emissora de televisão, por exemplo. Porém, mesmo que seja possível alcançar as pessoas sem pagar nada por meio das redes sociais empresariais, se o seu objetivo é chegar no topo, o investimento terá de ser feito.

Então, invista em anúncios no Facebook, Instagram e Whatsapp. Com certeza eles podem gerar um resultado positivo para sua empresa e fazer com que ela se diferencie dos concorrentes.

5. Não postar regularmente

Qualquer rede social na internet que não é atualizada regularmente perde audiência e acessos. Lembra do ditado popular: “quem não é visto, não é lembrado”? Então, ele explica detalhadamente esse erro que as empresas cometem.

Se a sua organização quer ser lembrada pelos seguidores da sua página, ela precisa ser vista. Para isso, deve-se postar regularmente, criar engajamento dos seguidores, oferecer promoções e nunca deixar de responder os usuários.

Dessa forma, sua marca será lembrada e muito mais acessada, pois os clientes, vendo que são respondidos rapidamente e que os produtos e serviços disponibilizados são de boa qualidade, vão divulgá-la para amigos, colegas e familiares.

6. Criar uma marca sem personalidade

Cada marca tem uma personalidade, não importa se vende roupas ou eletrodomésticos. Todas elas carregam na bagagem a sua história e todos os altos e baixos que passaram. É muito comum ver nas redes sociais marcas genéricas, que não possuem uma personalidade própria, e sim uma tentativa de cópia das concorrentes que mais fazem sucesso.

Portanto, invista tempo para entender um pouco mais sobre o que a sua marca oferece, qual o seu público-alvo, como será a linguagem abordada, quais os conteúdos mais apropriados etc. 

Somente assim, você conseguirá trazer uma personalidade própria para a sua marca e oferecer aos seus seguidores e clientes conteúdos e ideias da sua empresa, que realmente tem a ver com os ideais e objetivos da marca.

7. Querer estar em todas as redes sociais

Antes de criar perfis em todas as redes sociais, pare e analise as que podem te trazer os resultado almejados. Para isso, você pode responder perguntas, como por exemplo:

  • Será que o Twitter é uma boa escolha para o mercado que estou inserido?
  • Será que o meu público-alvo está presente no Instagram?
  • Vou ter os recursos necessários para investir e ter bons resultados com o Facebook?
  • Com os vídeos e fotos do Snapchat, será que consigo construir um engajamento com os clientes?
  • Será que devo investir em Whatsapp marketing?
  • E o LinkedIn, será que pode trazer resultados para empresas no nicho de mercado que estou inserido?

Então, após responder essas perguntas e fazer essa análise das redes sociais, com certeza sua empresa terá mais facilidade para ver em qual deve se inserir.

E aí, o que achou do conteúdo? Gostou dos erros e soluções que mostramos sobre as redes sociais empresariais? Então, siga a gente no Facebook e acompanhe todas as novidades sobre a sua área de atuação!


Comentários