Entenda o que é email marketing e automação de marketing e saiba como usar essas táticas para vender mais

Automação de marketing é uma das estratégias mais adotadas nos mercados mais maduros de marketing digital. Depois de entenderem a importância de investir na produção de conteúdo, empresas precisaram buscar formas de gerenciar e extrair o máximo potencial dos leads.

Para fazer com que esses leads avançassem no processo de vendas, a automação surgiu como saída viável. E é por isso que esse tema está cada vez mais presente nas discussões e departamentos de marketing das empresas. Mas você sabe o que é automação de marketing?

Automação de marketing significa entender e agir de forma personalizada e escalável com quem interage com sua empresa nos diferentes canais online. É entender exatamente o interesse dos leads e seu estágio de compra para fornecer todas as informações necessárias e atrativas.

Qual a diferença entre automação e email marketing?

A primeira diferença entre email marketing e automação de marketing é o timing. Toda campanha de email segue alguns passos padrão: criar o email, segmentar a base, revisar para agendar o disparo, enviar e analisar o resultado. Assim, entendemos que todos os destinatários têm interesse naquele tema, naquele momento, independente de quais ações realizou ou quando foi a última conversão.

 Já em um fluxo de automação de marketing, aqueles passos padrão podem mudar. Uma vez planejado o fluxo e criados os emails, todo lead que atingir determinado perfil de segmentação começa a receber os emails daquele fluxo. Em resumo, o próprio lead define quando e qual email irá receber, de acordo com as informações que fornece e ações que realiza.

Devemos ter em mente que email marketing e automação não são a mesma coisa. Na verdade podem e devem trabalhar juntas para gerar mais e melhores oportunidades de negócio.

A diferença crucial é que automação deve ser pensada como uma ação contínua ao longo do tempo, e não um evento pontual como é o email marketing. Também é preciso considerar automação como uma poderosa ferramenta de vendas que influencia diretamente nos resultados da empresa.

Automação além dos e-mails

Como vimos, a automação é uma poderosa ferramenta que mantém relacionamentos personalizados por email de forma inteligente e escalável. O que poucas empresas sabem é que essa ferramenta traz muitas outras possibilidades.

O email realmente é o principal gerador de resultado, mas com a automação você pode automatizar além dos envios, a gestão e entrega de leads, ganhando produtividade – e consequentemente resultados. Agora veja alguns passos para extrair todo o potencial da automação de marketing.

Acompanhar o lead

Na sua base de leads estão reunidos clientes, novos e velhos leads, com potencial ou não. Distribuídos nos diferentes estágios do seu funil de vendas, é necessário separar quem é quem e conversar com cada um para entregar o máximo de valor possível. Assim você desenvolve um relacionamento de qualidade com esses leads.

Sem personalizar seu relacionamento, clientes vão receber contatos de venda, gerando oportunidades de negócio perdidas e mais reclamações que agradecimentos. Com a automação você altera o estágio do fúnil que o lead está, separando clientes, leads qualificados e oportunidades de negócio.

Definir um dono do lead

Abordar rapidamente leads que se tornam oportunidades de negócio pode ser um divisor de águas para fechamentos de vendas. Atribuir um dono ao lead gera uma notificação para o vendedor em tempo real. Você pode usar diversos gatilhos, desde que segmentáveis, para entender quando um vendedor deve atuar.

Por exemplo, sempre que alguém executa alguma ação que demonstre interesse de compra um vendedor é atribuído a essa pessoa. Esse vendedor fica responsável por acompanhar os primeiros passos do lead com a solução.

Marcar como oportunidade

Esta é uma forma de sinalizar se o lead deve ser ou está sendo abordado na automação. Enquanto atribuir um dono indica que o lead deve ser analisado pelo vendedor, marcá-lo como oportunidade mostra que o vendedor viu potencial e a abordagem deve ser feita. Essa marcação também serve como gancho de integração entre a plataforma de automação e o CRM, sinalizando a entrega do lead para vendas.

Conclusão

Existem outras possibilidades para essa ferramenta, sempre com o intuito de automatizar processos manuais e permitir a escalada de volume. É fato que esse ganho de produtividade reflete nos resultados da empresa, seja evitando erros em marketing ou aumentando a velocidade de abordagem do time de vendas.

Agora você já tem segurança em entender a diferença entre automação e email marketing? Caso tenha ficado alguma dúvida deixe um comentário que nós lhe respondemos. Você também pode usar esse espaço para contar outras ações a partir da automação. E para receber nossos blogposts no seu email, assine nossa newsletter.


Comentários