Como em qualquer profissão, para se fazer algo bem feito precisa treinar muito. Mas para treinar é importante seguir as regras, para que todo o seu esforço não acabe sem resultados positivos.

Quem é seu público?

Este é o primeiro e mais importante passo. Aqui na agência criamos personas no lugar de público, pois é melhor personificar uma pessoa do que escrever para hábitos. Sendo assim, criamos personas que tenham um sentimento claro sobre suas dores ao buscar o nosso conteúdo.  Para definir sua persona use este link – O Fantástico criador de personas

O título 

Para quem gosta de BuzzFeed, este tópico é algo bem fácil de entender.  É aquele tipo de título que chama a atenção de leitores e fazem com que eles cliquem em links. Instigue a curiosidade do seu público, faça listas, enumere as coisas, faça perguntas ou faça guias úteis. Também tenha uma organização clara no seu texto e comece com um início poderoso que irá prender a atenção do leitor.

Seu conteúdo com uma audiência maior

O motivo para se fazer pesquisas de palavras-chave antes de escrever o seu texto não é para agradar os mecanismos de busca. Na verdade isso serve para encontrar palavras chaves mais precisas e que estão sendo utilizadas pelas personas que você criou, para expressar suas preocupações. Então incorporá-las em seu conteúdo é algo muito importante e isso dará um grande efeito sobre sua audiência. Veja mais sobre SEO e se achar melhor, estude bem este conteúdo.

Escaneabilidade é importante?

Você pode até não ter estudado sobre isso, mas sabe que o comportamento de uma pessoa lendo um material impresso é totalmente diferente de quando lê algo online.
A primeira atitude tomada ao entrar em uma página é a leitura dinâmica, de modo a avaliar de maneira rápida se o que está presente ali é realmente valioso ou não. Caso o visitante do blog tenha a impressão de que o seu conteúdo não é relevante para ele ou não consiga identificar o que vai ser abordado, facilmente fechará a aba e realizará uma nova pesquisa. Já se o seu texto passa nessa primeira avaliação, ele vai continuar com a leitura e seguir alguns passos:

  • são feitas duas leituras horizontais: o primeiro parágrafo é lido e também o segundo;
  • para não restar dúvidas, o leitor faz um escaneamento vertical do lado esquerdo da página, conferindo o restante do conteúdo (Padrão de leitura em F)

padrao F

Defina o tamanho do texto

Um texto de 500 palavras não exige o mesmo nível de profundidade de um e-book de 2000. Então como fazer textos ou escolher tamanho de textos que não fiquem muito grandes? Cada um desses conteúdos apresenta estratégias diferentes — porém um não anula a importância do outro.

Muito pelo contrário. Antes de mais nada, é preciso que você avalie quão aprofundado deve ser o tema discutido e se ele pode ser bem-apresentado em um material mais curto e objetivo. De nada adianta você escrever muitas laudas se as informações são repetitivas e inconsistentes.

É importante que você tenha noção de quanto tempo cada tipo de conteúdo costuma levar em média para ser lido:

  • 500 palavras: 2 minutos;
  • 1.000 palavras: 5 minutos;
  • 1.500 palavras: 8 minutos;
  • 2.000 palavras: 11 minutos;
  • 3.000 palavras: 16 minutos.

Além disso, lembre-se do tempo disponível que o seu leitor tem para se dedicar ao seu texto. Se o conteúdo for longo, mas bem desenvolvido, com informações originais e relevantes, isso não será um problema.

Dividir o texto em intertítulos

Os intertítulos são recursos indispensáveis para a escaneabilidade do texto, pois são eles que dividem o material em diferentes partes.

Por exemplo, em um texto de 500, o ideal é que ele tenha, pelo menos, 3 intertítulos em H2. Além disso, eles devem ser padronizados, não ter mais do que 6 palavras e não falar abertamente o que será retratado no tópico, de modo a despertar a curiosidade do leitor.

Um intertítulo pode ser utilizado de diferentes maneiras, como:

  • apresentar vantagens ao leitor;
  • verbos no infinitivo;
  • apresentar perguntas;
  • estar de acordo com o título;
  • ser estruturado em formato de lista.

Como fazer textos com parágrafos pequenos

Para a leitura não ficar cansativa, é indicado que os seus intertítulos não tenham “blocões de textos” ou parágrafos extensos. Busque, em média, manter um padrão de 50 palavras e 4 linhas.

Esperamos que ao terminar a leitura deste post você já tenha tirado todas as suas dúvidas sobre como fazer textos para o seu blog e tenha consciência da importância de se realizar um texto dentro dos atuais padrões da web e que busque adotá-la em seus textos para potencializar os resultados!

Se quiser descobrir mais assuntos como este que explicamos Como fazer textos para o seu blog, acesse a página principal do nosso blog.

assine a newsletter

Comentários